TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE GERAÇÃO DE ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

A energia solar fotovoltaica está cada vez mais chamando a atenção de empresários e de particulares, principalmente depois dos sucessivos aumentos nas tarifas de energia.

Pensando nisso, apresentamos nesse texto as respostas para as dúvidas mais comuns sobre o Sistema de Energia Solar Fotovoltaico.

 

1.   Com o consumo de energia que tenho, vale à pena instalar um sistema de energia solar?

Essa questão só pode ser respondida através de uma análise da sua conta de luz. Onde encontramos informações cruciais para um dimensionamento personalizado, como: consumo mensal, tarifa de energia da concessionária local e endereço do estabelecimento onde o sistema será instalado para verificação da irradiação local e área disponível para instalação. Com esses dados, conseguimos elaborar um projeto detalhado, com dados concretos para verificar a viabilidade técnica e os custos materiais e de instalação, além de projetar o retorno do investimento (payback).

 

2.   Qualquer estabelecimento oferece condições de instalação de um sistema de energia solar?

Mais uma vez a análise técnica se faz presente nesse contexto. Através dela podemos verificar as condições climáticas, físicas e elétricas do estabelecimento para que o projeto seja adequado ao mesmo, com total segurança e máxima eficiência. É nesse momento que também avaliamos a incidência da radiação solar da região e identificamos as áreas de sombra.

 

3.   A estrutura do telhado precisa ser reforçada? Qual o peso do sistema de energia solar? O sistema pode provocar infiltração?

Os módulos fotovoltaicos mais utilizados para instalação do sistema de energia solar possuem média de 18 kg/m², já com toda a estrutura. Ou seja, produzem baixo peso de sobrecarga nos telhados. Por esse motivo, é comum realizar a instalação dos módulos sem a necessidade de reforço das estruturas do telhado. Contudo, a necessidade de reforço também precisa sempre ser avaliada pela equipe técnica de instalação.

As furações necessárias para a instalação dos módulos são vedadas por anéis de silicone e colas de vedação apropriadas, respeitando as recomendações técnicas de instalação, impedindo o surgimento de qualquer infiltração.

 

4.   Com a instalação do sistema de energia solar é possível se desligar definitivamente da concessionária de energia?

Existem dois sistemas de instalação de energia solar: On Grid e Off Grid. O sistema On Grid é conectado à rede elétrica da concessionária e, por isso, sempre que o Sistema Fotovoltaico da residência gerar mais energia do que a demanda própria este excedente de energia elétrica será injetado na rede da concessionária, gerando créditos de energia com validade de 60 meses. Nos momentos em que a energia solar gerada através do Sistema Fotovoltaico não for suficiente, a rede elétrica da concessionária irá suprir esta necessidade.

Ou seja, estar conectado à rede é importante para distribuir o excedente de energia produzido, gerando créditos para utilização futura, e para utilizar a energia oferecida pela rede da concessionária quando o sistema não estiver produzindo a energia requerida (por exemplo, em dias nublados e no período da noite).

No sistema Off Grid, a instalação é isolada da rede elétrica e um banco de baterias armazena a energia produzida pelo Sistema Fotovoltaico. Esse sistema é mais indicado para usos  específicos, por exemplo, para áreas rurais e equipamentos de uso essencial. Essa solução é mais adequada para locais que não possuem rede elétrica ou em locais em que a qualidade da energia fornecida pela concessionária é de baixa qualidade ou instável, como em áreas rurais, por exemplo. A energia é armazenada em baterias que irão garantir o fornecimento quando não houver geração do sistema de energia solar.

O sistema On Grid é o mais indicado para a maioria dos estabelecimentos, já que oferece a vantagem de não precisar de baterias e controladores de carga, o que o torna mais barato do que o sistema Off Grid. Além disso, as baterias possuem vida útil média de 7 a 10 anos devendo ser substituídas periodicamente.

 

5.   O que acontece com a geração de energia solar em dias nublados ou chuvosos?

Os painéis solares também funcionam em dias nublados e chuvosos, embora com uma produção menor, evidentemente. Uma das principais características dos painéis de energia solar é que eles funcionam com a incidência de luz e não de calor. Dessa forma, qualquer raio de luz é capaz de gerar energia.

Em dias ensolarados, a produção de energia aumenta e, quando o dia está nublado, a produção é reduzida. Essa redução ocorre porque os raios solares vão chegar de forma difusa aos painéis, e não diretamente.

Essa é a grande vantagem de boa parte do Brasil para a produção de energia solar: o sol aparece praticamente o ano todo, havendo poucas semanas durante o ano de dias nublados ou chuvosos.

 

6.   A manutenção do sistema de energia solar é cara?

O sistema de energia solar é extremamente simples, pois possui poucos elementos no sistema. Além disso, é importante verificar que não existem partes móveis, como ocorre em outros tipos de geração (hidrelétrica, termelétrica, eólica, etc).

A manutenção do sistema deve ser feita com a limpeza periódica dos painéis fotovoltaicos em épocas mais secas, já que em dias chuvosos, a própria natureza de encarrega dessa atividade.

Os painéis solares também são extremamente duráveis, podendo resistir a ventos mais fortes e até mesmo a chuvas de granizo. Isso é decorrente do próprio sistema de qualidade das empresas produtoras: os painéis devem passar por testes que comprovem sua resistência. Os elementos que compõem o sistema de energia solar fotovoltaica possuem garantia de fábrica: as placas têm garantia de eficiência de 25 anos, o inversor, por cerca de 10 anos, e as estruturas de fixação, de 5 anos.

 

7.    A empresa instaladora oferece uma estimativa para a conclusão do processo de instalação do Sistema de Energia Solar Fotovoltaico?

O prazo de conclusão de instalação do sistema vai depender da quantidade de placas exigidas para cada projeto. Normalmente, numa residência que apresenta baixo consumo de energia, é estipulado um prazo médio de 50 dias até o sistema começar a operar.

 

8.   Qual é o tempo estimado de retorno do valor investido no sistema de energia solar?

Cada projeto é individualizado, dependendo de diversos fatores. De uma forma geral, a média de retorno do investimento (payback) fica entre 4 e 6 anos e, em alguns casos, o prazo para o retorno do investimento pode ser bem acelerado: cerca de 3 anos.

Mais do que a própria produção de energia e de seu fornecimento para a rede elétrica, o retorno vai depender de alguns fatores técnicos e tarifários. Por exemplo, as recentes altas das tarifas das contas de luz fazem com que o payback seja antecipado em alguns meses ou até mesmo anos, beneficiando consideravelmente o cliente que optou por instalar o Sistema Fotovoltaico.

Para saber mais sobre o Sistema Fotovoltaico como investimento, leia a nossa matéria: INVESTIR EM ENERGIA SOLAR: COMPENSA?

E então… Que tal conhecer mais sobre o nosso trabalho e projetos de energia solar fotovoltaica? O que acha de instalar um sistema assim em sua residência ou empresa? Entre em contato conosco agora mesmo, clicando aqui.

Filipe Weiller
Filipe Weiller
Sócio-Diretor da Energon Brasil.